BatAgro

Atualizado: 10 de nov. de 2020


noite na zona rural do Brasil e o perigo ronda os rebanhos nacionais. Um inimigo paira sobre as propriedades em busca de sangue e, de quebra, disseminar uma zoonose de alta periculosidade. Seu nome trás um sentimento comum a qualquer ser vivo: #RAIVA!


Não é #Drácula nem #Batman que anda tirando o sono dos pecuaristas, mas um símbolo que é comum a ambos - o #morcego.


Não são todos os morcegos que inoculam o vírus da raiva, apenas os hematófagos, aqueles que se alimentam de sangue. Então, nada de sair com pau na mão cometendo “morceguicídeo”!


Outro detalhe importante é que não são todos os #hematófagos que trazem risco, somente os contaminados com o vírus, pois esses morcegos também são vítimas e ironicamente além de transmitir irão morrer de raiva.

Esteja atento ao “holofote” dos sintomas a seguir:


- Animais com dificuldade de se levantar e/ou falta de coordenação motora (tipo bêbados);

- Animais com marcas de mordida no dorso ou pescoço;

- Sinais de sangue na pelagem;

- Salivação excessiva e dificuldade de engolir;

- Febre;

- Animal desanimado;


Não fique de boca escancarada, cheia de dentes, esperando a morte chegar (Raul era demais!). Hoje, nosso comissário Gordon são os órgãos de fiscalização agropecuária e seus servidores. O telefone vermelho foi substituído por diversos canais de comunicação, inclusive os digitais. O Holofote trocou de mãos e se modernizou. Agora, basta o produtor gravar um vídeo e publicar que a coisa “viraliza” e nossos “Bat Agros” chegam rapidinho, com “Robbins” e uma “mala de utilidades”.


Trabalham madrugada a dentro, montando armadilhas “coringas” como a rede entomológica, invisível ao sonar dos “cegos voadores”, besuntada de pasta vampiricida (que não tem nada de mistura de alho, estaca e água benta), à base de anticoagulante, e liberar os alados da madrugada para retornarem a seus esconderijos e contaminarem os demais.


As equipes de “BatAgros” estão sempre a postos para resolver tudo e devolver uma segurança similar à que a imaginária Gotan City goza com ajuda do seu cavaleiro das Trevas!


Obs.: Não esqueça de vacinar seu rebanho e comunicar algum sinal.


Imagens: Adapi e Adapec - Governo do Tocantins







Imagens: Adapi - PI e Adapec - Governo do Tocantins


*Paulo Melo Segundo é engenheiro agrônomo pela UFRPE, Fiscal Estadual Agropecuário na Adapi e escritor agrodivertido, criando assim o Segundo Agro, um portal de informação simples, direta e humorada.

74 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo