Maracujá que "não dá no couro"

Atualizado: 30 de set. de 2020

Desde que cheguei em Campo Maior, várias pessoas já me procuraram para saber porque o seu maracujazeiro não dá fruto. O mistério será resolvido agora!

Alguns podem ficar duvidando da virilidade da frutífera, mas não é bem assim. O maracujá tem uma flor espetacular, mas a espécie tem uns problemas na hora de polinizar, pois ela é mimada demais.


De cara, a flor do maracujá tem a organização do órgão masculino (androceu) e feminino (gineceu) que não favorece a ordem natural da coisa, que é a autofecundação (a planta sozinha produzir frutos), uma vez que o masculino é virado para o chão e o feminino acima dele.

Então, o maracujazeiro sozinho não consegue dar fruto. Depois, obrigatoriamente, temos que ter mais um pé de maracujá para produzir, porque a planta só dá fruto com pólen de outra planta, caso contrário, os poucos frutos que vingarem serão abortados pela planta quase sem sementes e polpa e, pra completar a dor de cabeça, o grão de pólen do maracujá é muito pesado, dificultando bastante o trabalho das abelhas e do vento.



Além disso tudo, ter dois pés de maracujá não resolverá tudo. Sua polinização é feita pela mamangava ou mangangá (uma espécie de abelha preta bem grande), que, ao pegar seu alimento em uma flor, se suja toda de pólen e vai realizando o cruzamento dele quando visita uma flor de outra planta. Como somente essa abelha consegue fazer isso, não adianta morar junto ao urso da Masha ou comprar um “mói” de abelhas pra resolver seu problema.



maracujá mal polinizado
imagem de Bruno Karvand

Maracujá bem polinizado
imagem de Bruno Karvand

Mamangava: O viagra do maracujá?!

Caso você more em uma região com pouca ou nenhuma abelha desse tipo, vou lhe dar uma receita relaxante e que funciona: pegue um cotonete ou seu próprio dedo e faça você mesmo isso. Aproveite um dia de sol (use protetor solar, ok?) e se divirta. Basta passar o dedo ou cotonete na parte que tem o pólen e esfregar na parte feminina da flor de outra planta. Depois é só esperar uns 6 a 9 meses para colher o resultado.


Desvendado o mistério?


*Paulo Melo Segundo é engenheiro agrônomo pela UFRPE, Fiscal Estadual Agropecuário na Adapi e escritor agrodivertido, criando assim o Segundo Agro, um portal de informação simples, direta e humorada.

43 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo